Apesar de prometer que criaria um grande fórum de debates, ao tomar posse como superintendente da SUDAM, Paulo Rocha não cumpriu com sua palavra e na primeira reunião do CONDEL, entre os convidados oficiais não há nenhum representante de comunidades tradicionais ou de movimentos sociais e populares da Amazônia.

Essa semana, Beto Faro deu entrada em um pedido na Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) do senado federal. A ideia do senador paraense é realizar na próxima terça-feira (4), uma audiência pública para discutir os papéis históricos desempenhados pelas Superintendências de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), do Nordeste (Sudene) e do Centro-Oeste (Sudeco) e a necessidade ajustes no funcionamento dessas autarquias.